Mulheres, hoje é nosso dia!






Hoje é o Dia Internacional da Mulher, por isso cada uma de nós, colunistas, deixamos uma breve mensagem para homenagear cada mulher que nos acompanha.

Aproveite a data e o espaço para deixar nos comentários uma mensagem parabenizando todas as mulheres.

São Paulinda Jaque

Um dia mais que especial onde a importância de todas as mulheres é ressaltada! Mais que isso, dia onde a evolução da mulher é resgatada e colocada em foco, valorizando todo o processo de crescimento pessoal e profissional dentro da sociedade, numa escala mundial. Hoje é dia de celebrar as conquistas sociais, políticas e econômicas de todas nós mulheres.

Já faz tempo que a mulher deixou de ser aquela pessoa submissa, que se limitava apenas ao serviço doméstico. Ao longo de séculos, sempre lutaram por sua liberdade e buscaram sua inserção no meio político, econômico e cultural. As mulheres ocupam cada vez mais seu espaço em profissões e cargos antes restrito aos homens.

A busca pela autonomia e independência, traz muito mais do que sonhamos. A realização pessoal que adquirimos nos faz evoluir de uma forma imensa e é o que temos que continuar a fazer. Crescer e crescer o máximo possível em nossas vidas, através de nós e por nós mesmas. Já conquistamos muito, em diversos aspectos. Mas ainda temos muito o que superar e conquistar!

Como definir nós mulheres? Muitos dizem que somos complicadas. Mas toda essa complexidade que temos, provavelmente, é o que nos torna tão importantes e especiais. Misteriosas, determinadas, inteligentes, sedutoras, sensível e ao mesmo tempo muito forte, entre muitas outras coisas que nos definem. Sempre cuidando de tudo e nos mínimos detalhes. Muitas são as qualidades admiradas em uma mulher, não é mesmo?!

Mas ainda tem o destaque da mulher no futebol. Ah, que maravilha! Apesar do preconceito de muitos, a realidade atual é essa. A mulher no futebol não é apenas aquela imagem que a mídia traz, em que representamos fisicamente, apenas com a beleza, as torcidas. Entendemos de futebol e torcemos mais do que muito homem por aí. O crescente número de mulheres envolvidas com o futebol se dá por termos a mesma paixão e os mesmos “sintomas masculinos” em relação aos jogos! Nós São Paulindas somos exemplo disto! E estaremos sempre amando e representado nosso clube, de todas as formas possíveis, por toda nossa vida.

Parabéns à nós mulheres! Dia que foi conquistado heróicamente e mais que merecido!

São Paulinda Raiza 

 "Mulher virtuosa, (...) o seu valor muito excede ao de rubis." Este provérbio muito nos diz sobre a importância da mulher, seu valor como pessoa e o poder que tem. Se pararmos pra pensar, a mulher é essencial para todo tipo de ação humana, seja assumindo um papel ativo, seja assumindo um papel moral. Pensar, agir, cuidar, impor, criar, carregar, empreender, administrar, suprir, suportar...somos capazes de tudo isso, e sempre fomos! Quem diria que teríamos uma mulher presidente do nosso país? Quem diria que veríamos tantas mulheres comentando partidas de futebol, como repórteres setoristas dos times, e até narrando corridas automobilísticas ou acompanhando friamente lutas livres? Quando vimos estádios tão cheios de mulheres que vão simplesmente acompanhar seu time de coração como hoje? E atletas aguerridas como Maurren Maggi, em um esporte que demanda força, e que muito bem representa nosso tricolor? É a era da mulher! Somos muito mais que o braço direito de um homem. Reconheçam seu próprio valor, mulheres!
Todo dia é nosso dia, mas hoje é dia de comemorar!

São Paulinda Vivian 

 Devagar nós chegamos. Com charme, conquistamos nosso espaço, com pequenas ações, fizemos por merecer as nossas conquistas. Primeiro foi o voto, afinal, a mulher tem voz, inteligência e capacidade de escolher um governante. Mas não paramos por ai. Queríamos trabalhar, conquistar nosso direito ao dinheiro e ajudar no sustento do lar. Então, caiu aquela velha ideia de que mulher só serve para ter filho, cozinhar e cuidar do marido. Adquirimos o direito ao estudo e a uma vaga no mercado de trabalho. Rompendo muitos preconceitos, hoje a mulher consegue disputar uma vaga de chefia em uma grande empresa; ela tem destaque no mercado de trabalho, e há, até mesmo, empresas que preferem mulheres a homens.

E quem disse que iríamos parar por ai? Lembra daquela velha máxima: futebol é coisa de homem? Pois então, conseguimos derrubar mais esse mito, e com muito esforço, sofrendo preconceito conseguimos mostrar para eles, que a mulher participando do futebol não significa somente fotos semi-nuas. Nós temos opinião. Entendemos do esporte e damos banho em muito marmanjo preconceituoso que insiste em habitar essa terra. Parabéns a todas as mulheres. Continuem conquistando o seu espaço com dignidade, inteligência e dedicação.

São Paulinda Camila

Depois de muitas batalhas, muitas lutas perdidas e muitas vencidas, hoje, a mulher tem seu espaço e seu valor reconhecido na sociedade. Infelizmente ainda existem casos no qual muitas ainda não conquistaram a sua independência e são submissas à muitas coisas, mas não desistem nunca. Aliás, essa é a principal característica de uma mulher, não desistir NUNCA!

O exemplo mais comum de que a mulher tem o seu valor reconhecido em diversas áreas, é no futebol. Um mundo praticamente masculino que hoje ganha um toque de sensibilidade e tráz a mulher como destaque. Temos vários exemplos de mulheres que conquistaram seu espaço e que servem de inspiração para muitas outras.

Por não desistir é que hoje somos quem somos e temos direito de igualdade. Por isso, você que é mulher, levante a cabeça e se orgulhe disso, de ser guerreira, de ser batalhadora, de querer e poder sempre mais, se orgulhe de SER MULHER!! Sempre acredite nos seus sonhos e que você é, sim, capaz de tudo! Afinal, você é mulher! Parabéns à todas as mulheres, hoje é o nosso dia!!!

São Paulinda Roberta Nina 

 Muitas dificuldades e preconceitos foram vencidos para chegar onde chegamos. Depois que as operárias americanas reivindicaram melhores condições de trabalho, nossa voz ecoou. Conquistamos nosso espaço no mercado de trabalho, o direito ao voto e ganhamos notoriedade. A mini saia e a pílula anti concepcional foram a cereja do bolo!

Hoje, a mulher lava, passa, cozinha, trabalha fora, cria seus filhos, cuida do marido e... joga futebol! Não é demais isso? A cobiçada mini saia cedeu espaço aos calções e meiões. Os tempos são outros, mas nossa importância só aumenta. Imagino que daqui uns 10 anos, o time feminino do São Paulo possa nos dar as mesmas (ou até mais) alegrias que o time masculino. Será que estou sonhando alto?

Parabéns mulheres pelas conquistas. O céu é o limite!

Postar um comentário